Vivemos em uma sociedade ditadora de conceitos bizarros, em que coloca as pessoas a prova diariamente para que entre em seu estereótipo, e o principal deles é, o corpo perfeito no pós-parto, uma maternidade longe de marcas!
 
Eu duvido muito, que alguém tenha passado por uma gestação e parto, tão “perfeitamente”, que não tenha adquirido algumas marcas para sua vida. Marcas no corpo, na alma, na memória, marcas essas que nos ajudaram na formação de nosso ser, que se fazem presente em nossa vida dali por diante, que ajudaram a dá essa reviravolta na vida.
 
Eu penso diariamente sobre as mudanças que a maternidade me trouxe, tanto emocionalmente quanto fisicamente, e vejo que nada, nada faria com que essas mudanças negativassem tanto a experiência que tive graças a elas, elas só me somaram na vida, nada subtraiu. Foram as olheiras, as centenas de fios de cabelo espalhados pelo chão, a barriga flácida, o peso acima do meu normal, as gorduras localizas, as celulites gritando, as estrias que preenchem minha cintura, as olheiras que maquiam meu rosto e o sorriso por saber que tudo isso que hoje habita em mim, são as marcas da minha maternidade, são as marcas que foram precisas para trazer minha filha ao mundo, são marcas que mostram que podemos ser mais perfeitas que qualquer estereótipo, e graças a elas aprendi a me amar do jeito que sou, e não da forma que o mundo quer.
 
Presencio também, as mães buscarem “melhorar” as marcas da maternidade, buscam ser aceitas da forma que as pessoas querem, que optam por procedimentos, por formas de reverter esse quadro. Mas digo, que essas marcas conta sua história, elas representam o milagre da vida que aconteceu em você e que o maior motivo de hoje você ser feliz veio ao mundo. 
 
Mulher, Ame-se!! Ame seu corpo, ame você, ame suas imperfeições tão perfeitas, ame sua cicatriz, seu seio que foi alimento, seu ventre que foi abrigo, sua estria que proclama que conseguiu fazer você crescer fisicamente para abrigar seu filho, seu cabelo mudado porque seu organismo também mudou, suas celulites que mostram que você tem algo tão mais importante para se preocupar do que apenas com a aparência. Ame você, ame seu corpo, ame suas marcas da maternidade, elas são a natureza mostrando que você é mãe!
Ame suas marcas, porque a cada mulher infeliz por não te rum corpo perfeito, outra pode estar desejando estar no seu lugar e carregar as marcas que deu vida a sua benção.
 
Lembre-se sempre, que a beleza de uma mulher, seja ela mãe ou não, muitas vezes foge do padrão defendido pelas fotos de revistas e imagens de TV, elas provam que seu corpo passou pela transformação da maternidade, que é dá a luz a uma criança, cujo corpo carregará essa lembrança.
 
Mães que emagreceram com a amamentação, que não tem mais uma barriga como desejaria, que carrega a cicatriz de uma benção, que está acima do peso, que tem seu corpo preenchido por estrias e celulite, e entre outras inúmeras marcas. Mais uma vez, ame-se, você é perfeita com a real face da mulher, com a beleza na sua forma mais plena e extraordinária, levante sua autoestima e aceite seu novo ser, porque para ser feliz e bela, basta colorir a vida com seu traço e aceitar seu modo.
 
Sem mais artigos
%d blogueiros gostam disto: