Cada vez mais, as datas comemorativas, principalmente o dia das crianças, tem se tornado sinônimo de consumismo e lucro para o comércio. Esse que aproveita as festividades para grandes produções de marketing que chamem cada vez mais a atenção dos consumidores. Que ficam tentados a adquirir produtos de diversos temas e façam a graça da data.
E não é diferente com o dias das crianças, onde os pais aproveitam o momento, para tentar compensar de alguma forma a ausência que se dá por conta da rotina de trabalho. Das horas fora de casa e dos momentos que não conseguem ficar com os filhos. Com isso acabam cedendo ao impulso pela recompensa e ao apelo das crianças, que se encantam com a publicidade apelativa, que aparecem de diversas formas todos os dias, e com ainda mais frequência em épocas como essa.
 
Presentear os filhos, ou agradá-los com algo que eles tanto querem, não é errado, e não deve ser banido. Mas o que acontece é que devemos olhar esse ato atemporal, de forma espontânea, sem data marcada e sem hora prevista, para que apenas aconteça como uma surpresa. 
 
No dia das crianças, ou em qualquer outro dia, devemos enfatizar a data do jeito que ela tem que ser, o verdadeiro sentido dela, o que ela pode nos proporcionar e ensinar, a verdadeira forma de comemorar!

No dia das crianças, o que vale mais para uma criança? 

As crianças amam ser presenteadas, mas amam mais ainda o tempo que tem junto de quem elas amam. Elas podem pedir por milhares de vezes o mesmo brinquedo ou eletrônico do momento, vai comemorar quando ganhar e vai exibir a conquista. Mas o que vai marcar mesmo, que vai deixá-la sorrindo por dias e fazer lembrar no futuro, vão ser momentos juntos. Momentos que proporcionam alegria e amor, momentos que o dinheiro não compra e o marketing do comércio não consegue alcançar.
 
O dia das crianças do jeito que tem que ser, tem gosto de infância, gosto de lembrança. É a falta de horários, sair da rotina, quebrar aquela regrinha, fazer aquele passeio que a criança tanto quer, mas os pais não conseguem pela rotina de dias comuns, por causa do cansaço. 

Proporcionar dias de crianças não precisa necessariamente de uma data para isso, mas essa é uma oportunidade de fazer o que não conseguimos fazer normalmente. 

Um piquenique, uma visita ao zoológico, um banho de mangueira, um café da manhã em família, um almoço preparado com carinho. A tarde na praia, as brincadeiras que toda criança gosta, aquele filme em família regado a pipoca, o banho de chuva, a brincadeira no parque. A visita aos familiares, andar de bicicleta, ou apenas ser feliz.
 
É disso que criança gosta, um mundo de possibilidades, que a imaginação fique solta, que ela possa correr livre, e estar com quem ela gosta. Independente da hora, do dia, do brinquedo tão desejado. 
 
Mas se você quer presenteá-lo, presenteie, você quer, você pode, e ela vai gostar. Mas se você não pode, justifique e mostre essas tantas outras coisas legais que vocês podem fazer, e tenha certeza, no final do dia você só vai lembrar do sorriso feliz do seu filho!

Criança também gosta de ser bondosa, gosta de se sentir útil e fazer o bem. Então essa também é uma boa hora para doar aqueles brinquedos que estão parados, fazer troca de brinquedos com outras crianças. Incentivar gestos bons e que só acrescentam a tamanha alegria que é ver uma criança feliz.

E então mamães, como vocês costumam comemorar o dia das crianças com os pequenos? Comenta aqui algumas dicas de lazer e atividades, vamos adorar saber!!
Sem mais artigos
%d blogueiros gostam disto: